Quarta-feira, 08 de Julho de 2020

BRASIL
Terça-feira, 30 de Junho de 2020, 17h:48

Universidade Católica Dom Bosco

Professor de Filosofia da UCDB recebe título de doutor pela Universidade Católica da Argentina

Natalie Malulei

Pe. Márcio Bogaz Trevisan, professor do curso de Filosofia da UCDB, defendeu tese pela Universidade Católica da Argentina por meio de videoconferência

Pe. Márcio Bogaz Trevisan, professor do curso de Filosofia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), recebeu o título de doutor pela Universidade Católica da Argentina (UCA), localizada em Buenos Aires.  O docente apresentou a tese desenvolvida durante o curso a um tribunal de professores e pesquisadores da área de filosofia, no dia 26 deste mês, por meio de videoconferência. Durante a apresentação do trabalho também participaram o orientador Dr. Gerando Cresta, professor da UCA, e o docente da Católica Dr. Josemar de Campos Maciel, co-orientador da pesquisa.

Com o tema “Do sentimento oceânico à filosofia como modo de vida em Pierre Hadot”, a tese, escrita em espanhol, se trata da recuperação de elementos importantes da contribuição de Pierre Hadot para a Filosofia. “Poucos de nós conhecem Hadot, na verdade, mas ele é um pensador muito importante. Temos livros dele traduzidos para o português, e a entrada dele no curso de Filosofia da UCDB se deve em grande parte à contribuição dos dois professores, Josemar e Márcio Luís Costa. Uma referência que pode ajudar a dimensionar a importância de Hadot, é o fato de ele ter sido colega durante muitos anos de toda a elite da filosofia francesa, inclusive ao ponto de ser uma influência importante para a obra de Michel Foucault, durante os anos em que o autor desenvolveu conceitos relacionados à relação entre a filosofia e a prática de vida”, esclareceu Pe. Márcio.

Dentro do trabalho de Hadot, a tese ressalta a principal contribuição dele enquanto filósofo: a recuperação da relação entre a filosofia e a vida cotidiana. “Na vida de Pierre Hadot, a experiência pessoal, de construção de uma vida e carreira intelectual, conta muito para a construção de uma imagem da filosofia como atenção às práticas e atividades mais simples, e sobretudo a recuperação do sentimento, ou da intuição de base, que é a importância de se perceber a realidade como um grande todo, como um desafio que nos chama a descobrir a gratidão pela nossa possibilidade de estar presentes a ela, em nossa experiência humana”, expôs o autor da pesquisa.

O estudo desenvolvido por Pe. Márcio passou por um rigoroso processo de avaliação até que fosse considerado apto para a defesa. Segundo o doutor, a tese é submetida a um “tribunal” composto por professores da área que avaliam o trabalho. Esses pesquisadores são desconhecidos pelo autor da pesquisa e, depois de alguns meses, cada um envia ao doutorando um parecer consubstanciado com adequações, correções e conselhos, para que sejam feitas as modificações. Esse processo pode se repetir diversas vezes e, no caso deste trabalho, Pe. Márcio e Josemar, co-orientador da pesquisa, trabalharam durante um ano e meio, até que a tese foi considerada pronta para a defesa.

“O resultado é positivo, a tese foi aprovada, e agora teremos mais uma tarefa para os nossos professores, o de regulamentar para o sistema educacional brasileiro esse título, concedido pela Universidade Católica Argentina. A UCDB felicita o Pe. Márcio por esta conquista, e espera muito dele. Sobretudo um testemunho da importância e do valor de um modo de fazer filosofia que aproxima as pessoas de problemas simples, mas importantes, como a capacidade que todo ser humano possui de se maravilhar diante da imensidão da realidade”, elogiou Josemar.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370