Caldeirão Político

Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019, 09h:38

Blog do Bosco

Prática, concisa é a resenha diária de Bosco Martins. Em poucos minutos você já sai de casa sabendo o que há de importante.

Mourão vai à Argentina tentar normalizar relações

O presidente Jair Bolsonaro convocou ontem à tarde o vice Hamilton Mourão e determinou que seguisse à Argentina para participar, hoje, da posse de Alberto Fernández. A decisão do governo, ontem de manhã, era de não se fazer representar na posse presidencial do principal vizinho. “É um gesto do presidente para que as relações voltem ao normal”, explicou Mourão a Valdo Cruz. O tom de Bolsonaro mudou. “Acho que dá para a gente conviver”, disse, acrescentando que torce por Fernández e que interessa ao Brasil manter sua relação comercial com a Argentina. O país é o terceiro principal destino das exportações brasileiras, perdendo para China e EUA. Fernández deve chegar pouco antes do meio-dia ao Congresso Nacional, onde prestará seu juramento e receberá faixa e bastão presidenciais de Mauricio Macri. O desafio imediato do novo presidente, um advogado de 60 anos, será enfrentar o pesado endividamento. (G1)

Marcos Nobre: “Jair Bolsonaro sempre teve clareza de que chegou ao poder por uma confluência única. O que Bolsonaro prometeu em 2018 foi destruir as instituições democráticas. Na campanha, as ‘instituições democráticas’ eram ‘o sistema’. E o sistema é ‘de esquerda’. O liberalismo que ele abraçou é meramente econômico — Bolsonaro tem ojeriza ao liberalismo político. Não passa de conversa fiada dizer que se trata de um governo ‘liberal na economia e conservador nos costumes’. É um governo liberal na economia e antiliberal em política. Para realizar seu projeto, precisa manter as instituições democráticas no mesmo estado de colapso em que já se encontravam desde as manifestações de Junho de 2013. Com isso, pretende eliminar entraves que possam vir da burocracia de Estado, eliminar a diversidade no fomento à cultura e os controles institucionais. Ao mesmo tempo, quer introduzir uma nova cultura institucional, aparelhando o Estado com o máximo de adeptos do autoritarismo que conseguir. É marcante como aposta na formação de quadros jovens em seu governo. As pesquisas mostram que o eleitorado se divide em três terços: aprovação, rejeição, nem aprovação nem rejeição. Também os principais nomes colocados para 2022 se organizam segundo essa divisão: Bolsonaro, Lula, João Doria/Luciano Huck. A tática de cada terço é a mesma: fidelizar o eleitorado que acredita ser seu. Não há empenho de ninguém em minar a base das outras forças ou em estender a sua própria. O que é necessário para que um acordo mínimo entre as forças que não apoiam Bolsonaro possa acontecer? É necessário um cessar-fogo entre a centro-direita e Lula. Uma convergência mínima das forças tem de ser uma concertação que aponte para o futuro, para a construção de um novo espaço comum de divergência democrática, para reformas significativas das instituições. Se o projeto autoritário em curso ainda mantiver seu roteiro eleitoral, o imperativo categórico da política é derrotar Jair Bolsonaro na eleição de 2022. Dar prioridade a qualquer outro objetivo em relação a esse significa arriscar a pouca democracia que ainda temos.” (Piauí)

Pois é… De acordo com Mônica Bergamo, o PT aposta que Bolsonaro será um candidato mais fácil de derrotar do que um de centro. E celebrou os 30% de aprovação do presidente no Datafolha. Isto indica que ele estará no segundo turno. (Folha)

E… O historiador Murilo Cleto encontrou um esquete dos Trapalhões que parece remeter a hoje em dia.

Com a taxação do seguro-desemprego, o Programa Verde Amarelo tem um viés mais de reforçar o caixa do governo do que gerar emprego. A Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado apontou que o governo arrecada mais do que o suficiente em todos os cenários. Mesmo que seja improvável, caso consiga alcançar em cinco anos a meta de 1,8 milhão de vagas para jovens entre 18 e 29 anos, terá um ganho de R$ 1,4 bilhão. Já se cumprir metade da meta ou até menos, os ganhos seriam ainda maiores, indo de R$ 7 bilhões a R$ 9,9 bilhões. A taxação contabiliza no cálculo da aposentadoria o período em que a pessoa recebe o benefício do seguro-desemprego. Essa proposta do governo é para custear o programa que isenta empresas de contribuições que incidem sobre a folha de pagamento. (Estadão)

Deltan Dallagnol, procurador da Lava Jato, entrou com ação por danos morais contra o ministro do STF, Gilmar Mendes. Ele pede indenização de R$ 59 mil pelas falas do ministro contra ele.

O deputado Marco Feliciano foi expulso pelo partido, o Podemos-SP. Pesam contra o deputado acusações de assédio sexual, recebimento de propina e pagamentos a supostos funcionários fantasmas. A decisão foi tomada de forma unânime por oito votos, conforme a assessoria de imprensa da legenda.

No entanto… a Executiva Nacional da legenda informou que a decisão não tem validade e que o processo disciplinar contra o congressista será julgado na esfera nacional.

A Finlândia elegeu a líder mais jovem do mundo. A nova primeira-ministra, Sanna Marin, tem 34 anos. Marin liderará coalizão com outros quatro partidos chefiados por mulheres.

CULTURA

O Globo de Ouro divulgou ontem a lista completa dos indicados ao prêmio. Na categoria Melhor Filme de Drama estão Dois Papas, do brasileiro Fernando Meirelles, O Irlandês, de Martin Scorsese e Coringa, de Todd Phillips. Entre os melhores de comédia estão Era Uma Vez em Hollywood, de Quentin Tarantino e Meu Nome é Dolemite, com Eddie Murphy. Na liderança está o filme História de Um Casamento, da Netflix, que concorre em seis categorias, incluindo Melhor Atriz com Scarlett Johansson na disputa.

Pois é… Joaquin Phoenix, o Coringa, vai disputar o prêmio de Melhor Ator de Drama com Christian Bale, que já foi Batman. Bale concorre pelo seu trabalho em Ford v. Ferrari.

11 categorias são para a televisão. Concorrem como Melhor Série de Drama, Succession (HBO), Big Little Lies (HBO), The Crown (Netflix), Killing Eve (AMC) e The Morning Show (Apple+)

Aliás…é a primeira série da Apple TV+ indicada ao Globo de Ouro. E três vezes. Duas por atuação, com Jennifer Aniston e Reese Whiterspoon concorrendo na mesma categoria ao prêmio de melhor atriz. Uma das primeiras quatro produções originais da Apple, The Morning Show mostra os bastidores de um programa de televisão exibido no início da manhã nos Estados Unidos. Steve Carell, Billy Crudup e Mark Duplass também estão no elenco. A cerimônia está marcada para o dia 5 de janeiro e será apresentada por Ricky Gervais.

E por falar em premiação… a exibição para servidores da Ancine do filme brasileiro inscrito para a disputa do Oscar em 2020, A Vida Invisível, do diretor Karim Aïnouz, foi vetada pela Secretaria de Gestão Interna da agência. Servidores, em condição de anonimato, disseram que a mostra estava prevista para esta quinta-feira, 12. Os funcionários organizam mensalmente a exibição de um filme nacional e realizam um debate com a presença de produtores. O evento faz parte de um processo de capacitação anual.

A Biblioteca Nacional, maior guardiã da história brasileira, está agora sob a administração de Rafael Nogueira, 36 anos, formado em Filosofia e Direito. Foi escolhido pelo secretário especial de Cultura Roberto Alvim por seu diálogo com os jovens e pelo “amor à pátria”.

Rafael Nogueira, novo presidente da Biblioteca Nacional: “Eu cheguei aqui e a primeira coisa que perguntei foi sobre as licitações das obras elétricas. Já temos do Fundo Nacional de Cultura a verba para as reformas das instalações elétricas e a licitação de combate ao incêndio em andamento. A gestão anterior foi bem nisso. Também conversei com os seguranças para dizer que ninguém está autorizado a sair daqui com sacolas, com algo suspeito, porque esse acervo tem que ser protegido. Eu sei a responsabilidade que é cuidar desse acervo”.

CULTURA

A Rússia está fora da Olimpíada de Tóquio, em 2020 , dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 , em Pequim, e da Copa do Mundo de 2022, no Qatar. A WADA, a Agência Mundial Antidoping, baniu o país de competições internacionais pelos próximos quatro anos. Os russos têm 21 dias para entrar com recurso contra a decisão e atletas que provarem à agência que estão limpos poderão competir sob bandeira neutra. A sanção foi decidida de forma unânime por um comitê de executivos da agência, em reunião em Lausanne, na Suíça. A WADA concluiu que os russos alteraram dados laboratoriais sem autorização, plantaram evidências falsas e apagaram arquivos conclusivos a possíveis casos de doping.

Os Jogos Olímpicos modernos começaram em 1896, com a primeira edição do evento acontecendo na cidade de Atenas. Desde 1920, escândalos marcaram os jogos e, ocasionalmente, fizeram com que países ficassem de fora, no geral por motivos políticos. Pela primeira vez um país inteiro foi proibido de competir nos jogos pelo uso de substâncias que alteram o desempenho de atletas.

Foi das mãos de Zagallo que Jorge Jesus, técnico do Flamengo, recebeu ontem o prêmio de melhor técnico do Brasileirão 2019. Ele foi escolhido por jornalistas, capitães de clubes e treinadores da principal competição nacional do país.

Malha fina. Descubra se você caiu e como sair dela.

Foto do dia segundo a Nasa. Faixas de luz no horizonte podem ser observada no céu no sul do Brasil. São, na verdade, satélites Starlink lançados pela SpaceX em maio e novembro deste ano. No composição da foto, girassóis pontilham o primeiro plano, enquanto um meteoro brilhante aparece por acaso no canto superior direito.

COTIDIANO DIGITAL

Para Jeff Bezos, fundador da Amazon, Donald Trump é o responsável pela empresa ter perdido contrato bilionário com o Departamento de Defesa americano. Ele acusa o presidente de ter pressionado o ministério para prejudicá-lo — Bezos é também dono do Washington Post, um jornal consistentemente crítico ao governo. A Amazon era a favorita para fornecer serviços de computação em nuvem para o Pentágono. Ela já é a maior provedora dos EUA e tem contratos com a CIA. A Microsoft levou o contrato, avaliado em US$ 10 bilhões. (G1)

A China não irá mais utilizar software e hardware estrangeiros nos órgãos estatais. Não será uma transformação simples: até 30 milhões de equipamentos distintos terão de ser substituídos. Diferentemente de Windows e MacOS, os sistemas operacionais desenvolvidos localmente não são compatíveis com os padrões de software que o mundo usa. No discurso público, a medida pretende incentivar a tecnologia local e evitar espionagem. Mas a mudança acelerou mesmo após Donald Trump proibir empresas americanas de fazer negócios com a Huawei. (Financial Times)

O Google mudou seu algoritmo de pesquisa para entender o contexto das frases procuradas, em vez de analisar cada palavra em sequência. Com o Bidirectional Encoder Representations from Transformers (Bert), a empresa agora sabe diferenciar, por exemplo, o sentido de banco, em banco de praça, conta no banco. Dessa maneira, começou a fazer diferença pesquisar com preposições, conjunções e outros elementos, em vez de apenas palavras chaves. Essa é a maior mudança da plataforma em cinco anos e foi feita para 70 idiomas, incluindo o português. (Estadão)


Fonte: Jornal do Ônibus

Visite o website: www.jornaldoonibusms.com.br