Quarta-feira, 08 de Julho de 2020

POLÍTICA
Terça-feira, 26 de Junho de 2012, 17h:55

Alianças políticas

PT nacional recua e libera aliança com o PSDB, PPS e DEM

Midiamax

Foto: Marcos Ermínio/Arquivo

O Diretório Nacional do PT, em reunião na segunda-feira (25), decidiu flexibilizar a política de aliança partidária e liberou coligação com o PSDB, PPS e DEM nas eleições municipais desde ano. Na esfera nacional, os três partidos compõe o bloco de oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Em Mato Grosso do Sul, no entanto, em pelo menos nove municípios os petistas deverão apoiar candidatos das três agremiações.

A flexibilização considerou que “as alianças nacionais não se refletem, de forma homogênea, nos processos estaduais e municipais”. Também foi observada “a necessidade de potencializar diversas candidaturas petistas com chances reais de vitória e que podem ampliar suas alianças fora da base do governo federal”.

Mas antes de fechar aliança com os rivais nacionais, os diretórios municipais precisarão do aval da direção estadual. “A Comissão Executiva Estadual deverá examinar esses pedidos de exceção, nos mesmos termos, deliberando até o dia 30, cabendo recurso à CEN (Comissão Executiva Nacional), que deverá se pronunciar até três de julho”, diz a resolução, aprovada ontem.

Em MS, PT deverá apoiar rivais em pelo menos nove municípios

Em Mato Grosso do Sul, segundo o presidente estadual do PT, Marcus Garcia, a tendência é acolher a decisão dos diretórios municipais. “Deveremos acatar as decisões tomadas em convenção”, informou. Ele revelou ainda que em pelo menos nove municípios o partido deverá apoiar candidatos a prefeito pelo PSDB, DEM e PPS.

Em Sidrolândia, por exemplo, a decisão da direção nacional deverá por fim a impasse. Em convenção, o partido aprovou apoio ao ex-prefeito Enelvo Felini (PSDB). A decisão, no entanto, foi contestada por um grupo de correligionários contrário à coligação. “Vamos acatar a decisão da convenção, que foi realizada de forma legal”, adiantou Marcus Garcia, confirmando a aliança com o tucano.

O PT também deverá apoiar candidatos do PSDB em Taquarussu, Figueirão, Anastácio e Iguatemi. Em Ponta Porã e Ribas do Rio Pardo, os petistas estão prestes a fechar aliança com candidatos a prefeito pelo PPS e, em Inocência a Juti, o partido deverá caminhar ao lado de nomes do DEM. “As decisões foram se encaminhando justamente por conta da expectativa de a direção nacional flexibilizar a política de aliança”, ressaltou Marcus Garcia.

Em outros municípios, como Corumbá, o PT ganhará o apoio dos rivais na disputa pelo comando da prefeitura. O DEM, por exemplo, já confirmou adesão ao projeto de o deputado estadual Paulo Duarte (PT) virar prefeito.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370